top of page

Qual o papel da sorte no sucesso de uma empresa?

Atualizado: 17 de jan. de 2023

Existem dois tipos de empresários no mundo: os que acham que não são bons o suficiente, que sofrem da famosa síndrome do impostor, e aqueles que estão sempre culpando as circunstâncias, o ambiente, o governo, a economia.

É o que psicólogos costumam chamar de Locus de Controle. Algumas pessoas têm um locus de controle interno, o que as leva a acreditar que tudo é sua responsabilidade, inclusive seus fracassos (ou sua falta de conquistas). Outras pessoas possuem um locus externos de controle, sempre acreditando serem vítimas do mundo ao seu redor, nada é sua culpa ou responsabilidade.

Quando se está na função de empresário, de dono e líder de uma companhia, esse tipo de pensamento é recorrente. Sou eu o culpado pelo fracasso (ou pelo não sucesso) da minha empresa? Ou será a economia, os clientes, a sorte?

Em 2009 foi publicada na Harvard Business Review uma pesquisa cujo título era: "Are Great Companies Just Lucky?", ou seja, "Grandes empresas são apenas sortudas?". O estudo questionava se grandes empresas realmente tinham "diferenciais competitivos" que as tornavam diferentes e, portanto, prováveis de serem bem sucedidas, ou se era tudo apenas um viés.

Os pesquisadores analisaram uma série de empresas e diversos fatores que poderiam determinar seu sucesso no futuro. Anos depois, eles puderam analisar quais empresas realmente tiveram sucesso e quais não, e quais fatores foram relevantes para tanto.

O resultado da pesquisa, resumidamente, foi que não haviam fatores determinantes para o sucesso das empresas. Não havia nenhum padrão entre as características de cada empresas e seu sucesso.


Mais isso não quer dizer que nada pode ser feito e que o destino da empresa depende completamente da sorte.

Para começar, as empresas analisadas no estudo já eram empresas parcialmente consolidadas. O objetivo desse estudo foi apenas avaliar como uma empresa normal se torna uma mega empresa. Mas o caminho é longo para se tornar uma empresa "normal".


Pense na quantidade de alunos que estuda para um vestibular de medicina, por exemplo. Alguns estudam muito, outros nem tanto e alguns, nem estudam. Devido à quantidade de vagas por candidato, é quase impossível que um aluno que não estuda passe na prova, e muito improvável que um aluno que estudou "mais ou menos" passe também. E mesmo dentre os alunos que estudaram MUITO, alguns passarão e outros não. Depende do preparo de cada um, das condições biológicas e psicológicas do aluno no dia da prova, dos assuntos que aparecerem na prova serem exatamente aqueles que o aluno estudou, e assim por diante.


Como é muito bem explicado no video da Veritasium - O Sucesso é Fruto de Sorte ou Trabalho Duro? , o sucesso do vestibulando ou da empresa depende dos dois fatores, juntos. O aluno que não se prepara ou a empresa que não faz o básico é quase que instantaneamente do "grupo bem-sucedido". E mesmo dentre os que mais se preparam, os que fazem tudo certo, os que tem mais sucesso ainda são os mais "sortudos". Pois num jogo tão disputado, tudo importa. O preparo E a sorte.


Tudo isso nos ensina algumas lições:

  1. Nem tudo é sua culpa. Você pode estar fazendo tudo certo, esta fazendo o que está no seu controle. Você apenas ainda não encontrou a oportunidade certa, o momento certo.

  2. Nem tudo é somente sorte. A sorte tem um papel importante no sucesso, mas é preciso fazer a sua parte. Garanta que, quando a economia melhorar, o governo melhorar, o clima melhorar, você estará lá, preparado, esperando a oportunidade.

  3. Não confie cegamente em conselhos de grandes personalidades. A probabilidade de que aquela pessoa não seja mais capaz do que você, apenas mais sortuda, é muito grande. Inclusive, pessoas bem sucedidas tendem a superestimar a influência de suas habilidades e características individuais em seu sucesso.

Resumindo, o sucesso vem quando o preparo encontra a sorte, quando o esforço encontra a oportunidade. Então se esforce, não desista, faça sua parte, seja paciente, e quando a oportunidade chegar, seja astuto, aproveite, não a deixe passar. Esse é o verdadeiro caminho do sucesso.






6 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page